5 de nov de 2014

“Se não ler, irá saber pela boca alheia”

Por Omégeni Ramos

Resultado positivo
Para todos os moradores de Pimenta Bueno e região, bem como todo o estado de Rondônia, pois dois deputados foram eleitos; Cleiton Roque – PSB e Só na Bença – PMDB. Agora é só mostrar serviço!

O período chuvoso
Está chegando e a preocupação dos moradores em relação à conclusão da obra de microdrenagem na Avenida Guararapes aumenta a cada dia. A referida avenida já foi motivo de denúncia no Ministério Público.

Confira apenas dois parágrafos escritos em documento encaminhado pelo MP para a juíza de direito da 1ª vara cível de Pimenta Bueno;

Não bastasse, os moradores da região informaram que por conta da paralização da obra, alguns problemas surgiram, tais como: buracos a céu aberto na lateral da via, ausência de algumas tampas de caixas coletoras de águas pluviais e depósito de manilhas irregular na lateral da via de rolamento, impedindo a visão dos motoristas, bem como a utilização das manilhas para o consumo de drogas e para a prática de atos sexuais (relatório de Diligências n.242/PJPB/2014).

Diante do exposto, o Ministério Público requer o imediato isolamento dos sítios da obra por meio de redes, tapumes, piquetes etc, evitando-se acidentes que possam vir a vitimar aqueles que transitam próximo ao local em que ocorre a intervenção.

Descaso
A obra ainda não foi concluída, não bastasse, até o momento não existem tampas nas bocas coletoras, muito menos sinalização, seja com rede, cavalete ou qualquer tipo de identificação que possa evitar acidente na obra inacabada.

Ainda não aconteceu
Mas se acontecer algum acidente que possa vitimar qualquer que seja o cidadão ou cidadã que paga seus impostos, não será por falta de aviso, pois tanto o MP, bem como este jornalista, fez questão de alertar sobre tal situação.

Mudando de assunto
Informações dão conta de que advogadas estarão fazendo representação junto ao Conselho Regional de Medicina de Rondônia – CRM, em desfavor do perito legista que é “responsável” pela realização de exames de corpo de delito em Pimenta Bueno. Também estarão fazendo representação junto a Secretaria de Segurança do estado de Rondônia.

Averiguando o fato
Entrei em contato com as advogadas e recebi a seguinte resposta: É simples: quando o perito é acionado, “nunca atende”, apenas assina os laudos de corpo de delito. “Copia o que está relatado nos prontuários dos médicos”

Fico imaginando
Será que o Secretário de Saúde tem conhecimento sobre o fato, creio que sim, mas caso fosse questionado, imagino que diria que não ser problema dele e sim da Secretaria de Segurança do Estado, mas isso é o que imagino, não significa que diria.

Ainda falando sobre o secretário
Pode até não comentar sobre o assunto acima abordado, mas em relação aos médicos atrasarem o atendimento a um paciente que preencheu a ficha e teoricamente espera minutos ou horas para ser atendido e vê alguém sendo passado na frente para um exame de corpo de delito, isso sim é falta de consideração com os pacientes.

Cada um no seu quadrado
Se existe o médico legista e se o mesmo recebe para realizar tal atendimento, então que os pacientes que precisam ser atendidos possam ser respeitados.

Recentemente
Ou seja, no último sábado 11, uma criança teve de ser encaminhada para o município de Cacoal para fazer um hemograma, haja vista, o hospital Ana Neta não dispor de um laboratório interno.

Exames
Foram centralizados para serem feitos no laboratório que fica ao lado da UBS Madre Tereza, porém o laboratório não funciona em fins de semana. E aí? A resposta está escrita acima; encaminhar para a cidade vizinha.

Parabéns
A Polícia Civil de Pimenta Bueno que, desde janeiro de 2010 teve 100% de êxito no esclarecimento dos crimes de homicídio ou latrocínio.

A professora nível - III
Essa sim é peça fundamental para que se escreva uma nova história na gestão atual, veja só:

Foi nomeada como Secretária de Planejamento, teve que ser exonerada, haja vista o judiciário ter dado conhecimento ao prefeito Jean Mendonça referente conclusão acerca de Ação Civil de Improbidade Administrativa movida em desfavor da mesma, logo em seguida o município aceitou sua cedência do governo do estado para exercer a função de assessoramento da administração, sendo lotada no gabinete do chefe do executivo e por fim acabou retornando a Secretaria Municipal de Planejamento, não como secretária, mas para gestão e coordenação geral.

Dai César o que é de César
Mesmo tendo suas contas reprovadas pelo poder legislativo de Primavera de Rondônia referente ao exercício de 2012, ultimo ano de gestão como prefeita da cidade citada, é ela quem faz a gestão atual “andar” em Pimenta Bueno.

Estranho
Ela é concursada e contratada como professora pelo governo do estado, sendo cedida pelo estado e com ônus para o município. Não seria desvio de função não estar atuando na área da educação?

Sem comentários
Pois sabemos que desvio de função é algo corriqueiro não só nessa gestão, mas nas várias outras que a antecederam.

Por falar em andar
Notem como funciona o sistema: “nomeou, exonerou, remanejou e acabou voltando para o mesmo lugar”.

“Taca-lhe o pau Marcos Veio”

Até a próxima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário